Zara é autuada por não cumprir acordo para acabar com trabalho escravo

por Âmbito Jurídico

[confira notícia original]

Zara,

Roupas bonitas com histórias feias são roupas feias… Explica isso aí. Queremos saber que história é essa de trabalho escravo. Sem essa tranquilidade, vou recomendar a minha família e amigos que não usem roupas de vocês.

Transcrevo, abaixo, trecho da notícia original.


por Ambito Jurídico

A grife Zara, que produz e vende roupas masculinas e femininas e pertence ao grupo espanhol Inditex, foi autuada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) por descumprir o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado em 2011 para corrigir condições degradantes que caracterizaram trabalho escravo na cadeia produtiva da empresa.

De acordo com a superintendência do órgão federal em São Paulo, uma auditoria com 67 fornecedores da marca mostrou 433 irregularidades em todo o país, como excesso da jornada de trabalho, atraso nos pagamentos, aumento dos acidentes, trabalho infantil, além de discriminação pela exclusão de imigrantes da produção, o que pode resultar em multa de mais de R$ 25 milhões.

[Clique aqui para continuar a leitura…]