Vida

Como Ter Sucesso na Universidade e na Vida – Rio de Janeiro/RJ

23 de julho de 2017 5 Comments
Saiba mais

Encontro Estadual Adhonep – SP

15 de julho de 2016 0 Comments
Saiba mais

Segredos de Pai para Filho, de Reinaldo Morais [Recomendação]

22 de abril de 2016 7 Comments

Display Vitrine.indd
Jornada para o Sucesso

A vitoriosa trajetória de Reinaldo Morais, um dos maiores empreendedores do agronegócio nacional

Imagine que você é filho de um homem muito rico, e tem apenas um irmão. Seu pai, prestes a falecer, os chama e lhes dá uma escolha: um ficará com a fortuna inteira, outro com um livro que ensina como aquela fortuna foi conquistada. Você, o filho mais velho, escolherá primeiro. O que escolheria?

Se optou pela sabedoria, agora dispõe de um livro espetacular sobre o assunto, prefaciado por Carlos Wizard Martins, criador do Grupo Wizard, e por William Douglas, juiz federal. A obra descreve uma jornada vitoriosa, sendo uma biografia que ensina o leitor a vencer também! Afinal, ela foi escrita seguindo a dinâmica de um pai ensinando todos os seus segredos ao seu filho e herdeiro.

O livro descreve a vida e a carreira de Reinaldo Morais, um dos maiores e mais bem-sucedidos empreendedores do agronegócio brasileiro, fundador e gestor de grandes frigoríficos nas áreas de avicultura e suinocultura. Reinaldo nasceu para vencer – mas só descobriu isso depois de muitas dificuldades e desafios, todos superados com ousadia, iniciativa e fé. Foi através das carências e lutas na infância e adolescência – quando juntava seus trocados vendendo ferro-velho, limpando estrume de animais e capinando de enxada na mão – que o jovem Reinaldo descobriu o valor do empreendedorismo. Perseverança, coragem e um genial senso de oportunidade  fizeram dele um vencedor – e agora ele transmite esses conselhos para qualquer pessoa que deseja alcançar o sucesso!

(mais…)

Em breve numa livraria perto de você

27 de fevereiro de 2016 0 Comments

ÚltimaCartadoTenente_Lançamento

Minha Filha, Meus Filhos

13 de janeiro de 2016 10 Comments

por William Douglas Olham a foto silfídica, élfica e nórdica de minha brasileira e apimentada filha e exclamam: – Ela vai dar muito trabalho! Sempre.

Saiba mais

O Significado da Gratidão [Operação Valadares]

25 de novembro de 2015 0 Comments

Completados 10 dias da Operação Valadares quero agradecer a todos vocês que doaram e participaram dessa verdadeira jornada de solidariedade. Me aproveito das palavras do professor António Nóvoa para transmitir esse muito obrigado.

Estou vinculado e obrigado a torcer e a orar para que Deus abençoe a cada um de vocês e retribua a generosidade tanto na forma das promessas dele quanto na forma das leis da natureza pela Lei da Semeadura e pela Lei do Retorno. Que vocês recebam de volta todo o bem que fizeram multiplicado porque afinal de contas a vida é um grande boomerang.

Campanha de Doação de Medula Óssea – Henrique Gravatá

22 de outubro de 2015 0 Comments

‪#‎doemedula‬ ‪#‎juntossomosmaisfortes‬ ‪#‎forçahenrique‬

Jantar Adhonep – MA

9 de outubro de 2015 0 Comments
Saiba mais

Recomendação de Leitura – Meu Filho do Coração

30 de setembro de 2015 0 Comments

Filho do Coração

A adoção é um tema muito importante que, infelizmente, ainda é pouco debatido especialmente com as crianças.

Meu filho do coração é uma obra que deve ser lida junto com a criança para que se possa falar, além do amor, da importância e do lugar que ela ocupa como um desejado membro da família.

Adoção

Desistir está fora de questão!

16 de setembro de 2015 58 Comments

Desistir está fora de questão

Sete ilustrações demonstram que mulheres não “pedem” para ser estupradas

31 de julho de 2015 0 Comments

por William Douglas Estupro é um assunto muito sério e preocupante que tem sido manchete em diversos meios. Um desses meios é o site Awebic que realizou.

Saiba mais

A vida não tem controle remoto

15 de julho de 2015 0 Comments

Controle Remoto - OK

As melhores viagens da minha vida…

15 de junho de 2015 1 Comment

Livro 6

Se a vida te der uma limonada…

13 de maio de 2015 0 Comments

Limão

A vida é curta, aprecie seu café!

20 de abril de 2015 0 Comments

Enjoy Your Coffee

7 de abril de 2015 0 Comments

Bom Dia - William Douglas - Impetus

Lançamento do Livro “Ser Homem”, de Fabrini Viguier

4 de março de 2015 2 Comments

Ontem, 03/03, vivi um dos momentos incríveis que a vida oferece. O lançamento do primeiro livro de um grande autor, um grande livro, publicado em.

Saiba mais

Lançamento do Livro “Como vencer quando você não é o favorito”, de Rubens Teixeira

25 de fevereiro de 2015 0 Comments

 >> Adquira o seu << [Confira Detalhes do Evento]

Saiba mais

“Ninguém além de você, está no controle de sua felicidade. Portanto, ajuste as velas e corrija o rumo.” (Marcio Kühne)

4 de fevereiro de 2015 0 Comments

Motivação 2.

Lançamento do Livro “Uma Vida de Sonhos”, de Valeria Valenssa

4 de fevereiro de 2015 0 Comments

Dias: 10.02 – 11.02  – 12.02 Horário: 19h Locais: 10.02 – Livraria da Travessa – Av. Afrânio de Melo Franco, 290 – Leblon – Rio.

Saiba mais

Palestra Maratona da Vida e dos Concursos

16 de janeiro de 2015 36 Comments
Saiba mais

Lições do Bambu Chinês

8 de janeiro de 2015 8 Comments

por Autor Desconhecido Clique nas Lições do Bambu Chinês para conferir essas lições  que se aplicam a todas as áreas de sua vida.  

Saiba mais

A Vida Passa Rápido Demais . 2

7 de janeiro de 2015 4 Comments

por William Douglas É absolutamente impossível sorver tudo,     É impossível ler tudo, ouvir tudo,     É impossível contar, falar, descrever tudo. A vida não dá tempo.

Saiba mais

Os Melhores e os Piores Alimentos para Cada Grupo Sanguíneo

6 de janeiro de 2015 7 Comments

por Revista Fórum&Negócios Especialistas apontam o descontrole emocional como fator que agrava a vulnerabilidade do organismo. Enfatizam que a dieta de acordo com o tipo sanguíneo e uma rotina de exercícios.

Saiba mais

As 4 Estações do Casamento

2 de setembro de 2014 0 Comments
por Gary Chapman

Post 17 (mais…)

Aviso Afixado na Porta de um Consultório Médico

27 de agosto de 2014 1 Comment
por Antônio Carlos Moreno/Alena

O resfriado escorre quando o corpo não chora.

A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.

O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.

O diabetes invade quando a solidão dói.

O corpo engorda quando a insatisfação aperta.

A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.

O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.

A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.

As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.

O peito aperta quando o orgulho escraviza.

O coração infarta quando chega a ingratidão.

A pressão sobe quando o medo aprisiona.

As neuroses paralisam quando a “criança interna” tiraniza.

A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

Procure ajuda, se identificar que algo ‘não anda bem’. Procure amigos(as) e Profissionais da Saúde, como Médicos e Psicólogos.


IMPORTANTE:

Tais informações não deverão, sob hipótese alguma, serem utilizadas como substituto para um diagnóstico médico ou para tratamento de qualquer doença. É imprescindível uma consulta com Médico(a) Especialista.

Assim sendo, desejo que você se cuide … porque sua saúde e sua vida dependem – também – de suas ESCOLHAS!

Derrota x Bíblia

10 de julho de 2014 0 Comments
David Luis de Joelhospor William Douglas

 

Aos que seguem a Bíblia, vale lembrar: louvamos a Ele quando vencemos, louvamos a Ele quando perdemos.

Nossa adoração e nossa relação com Deus não deve depender das circunstâncias (Filipenses 4.11-15).

Sobre momentos como estes, vale lembrar o que disse Jó: “Receberíamos o bem, e não o mal?”.

Hebreus 12.11 nos ensina que toda disciplina (e a derrota é uma de suas formas) é dolorosa quando acontece, traz tristeza, mas depois produz fruto e amadurecimento nos que nela são exercitados.

2 Coríntios 4.8,9 diz que podemos ficar “atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desesperados; perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos”.

Tiago 2,4 diz :Meus irmãos, tende por motivo de grande gozo o passardes por várias provações” . A lição é que se houver fé, teremos a perseverança; e a perseverança produz crescimento. Nesse sentido, também Paulo, que em Romanos 5:3b diz que “A tribulação produz perseverança.”

Enfim, Deus é soberano e temos que nos sujeitar a Sua vontade e a aplicação das leis que Ele criou, entre as quais a da semeadura. Às vezes a derrota é o momento onde revemos os processos que adotamos e as sementes que lançamos, para que o futuro esteja mais parecido com nossos sonhos.

Então, em resumo, duas coisas:

  1. Louvor, sempre, como diz Habacuque: “Mesmo não florescendo a figueira, não havendo uvas nas videiras; mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação.” (Hb 3.17-18)
  2. Entremos em campo – no futebol e na vida – para jogar bonito, para fazer nosso melhor.

Termino com uma ótima notícia: no futebol como na vida, amanhã tem outro jogo.

A agonia da Copa e a agonia da vida

8 de julho de 2014 0 Comments
por William Douglas

 

– Escrito antes do Jogo Brasil x Alemanha –

Acho que Messi merece brilhar, finalmente, tanto na seleção quanto no Barcelona, talvez até mais, e a taça faz parte disso. Acho que os holandeses, sempre candidatos, um dia deveriam experimentar o gosto da vitória no último confronto do certame. Acho que os alemães, que desde a Copa passada começaram um belo trabalho, merecem o prêmio por serem tão científicos, organizados, meticulosos, enfim, tão alemães. E acho que – por mil motivos – nós, brasileiros, merecemos essa Copa.

Contudo, daqui a pouco sonhos começam a se desfazer, como já se desfizeram tantos outros ao longo do torneio. Agora, porém, só temos quatro times, e quatro gigantes nas Copas. E hoje um, amanhã outro, duas nações irão cair em pranto e seus representantes ficarão com aquela face mórbida do não mais haver. E domingo, enfim, mais uma nação ficará entristecida. Apenas uma, das quatro – e todas merecem – irá experimentar o topo, e para 75% deles o que haverá é a derrota, seja ela nobre ou apontando culpados, os quais às vezes até existem. Porém, mesmo sem erros de arbitragem ou conspirações, se tudo correr como é pra ser, como é o futebol, ou seja, mesmo sem acidentes , ainda assim três nações e quem por elas torce , todos irão sofrer uma perda nos próximos dias. É uma agonia.

Eu já vivi a agonia em tantas copas, e em apenas duas a glória de ter torcido pelo campeão, o prazer de sorver o gosto da vitória até o último jogo. Mas tive outras agonias: escolher entre Medicina ou Direito, entre Nayara e Joaquina, entre a fé e o ceticismo, entre o descanso e o esforço, e cada decisão que eu tomava ia não só moldando meu ser, meu futuro e meu planeta, mas, igualmente, destruindo coisas: o médico, a história com a Joaquina, o agnóstico, o indolente sem o estresse deste que aqui escreve, em cuja vida inseri minhas escolhas. Esse que sou, no qual apostei as fichas que tinha.

Quantas profissões deixei de ter? Como seriam meus filhos com Joaquina? Enfim, cada escolha e cada taça premia um e mortifica multidões, sejam de times, sejam de vidas. E é assustador para mim o quanto sou feliz com o Direito, com o Magistério, com a fé, com a Nayara e com meus três filhos.

A vida é mais generosa do que as Copas. A Copa escolhe um e defenestra outros, outros que podem ir embora com a honra de uma Colômbia ou Costa Rica ou como resultado do medo de prosseguir fazendo gols, como nesta edição agiu o México. Os derrotados de hoje e amanhã terão algo normal na vida: apenas a chance de tentar um outro título, menos glorioso, mas ainda assim melhor do que experimentar outra derrota.

A Copa e a vida têm milhares de histórias, de heróis, de tragédias, de glórias e de surpresas. A vida, como a Copa, tem bola na trave, impedimento não marcado, gols bonitos, gols contra, acidentes, contusões e até nobreza, como a do David Luiz mostrando que Fair Play não é só uma bandeira azul que mostram antes dos hinos. Enfim, a Copa é tão excitante pelo quanto se parece com o jogo da vida.

Por exemplo, em ambos a tecnologia nos permite rever os lances passados, mas jamais voltar no tempo e evitar o osso fraturado, o cartão desnecessário, o chute que poderia ter sido um pouco só mais para a direita. A vida também é um jogo no qual temos um tempo certo, até prorrogado, mas todos os jogos e todas as vidas um dia acabam, com ou sem glória, com ou sem taça: não existem campeonatos garantidos, é preciso ir para o gramado e suar a camisa. E torcer para o time se acertar, para se houver uma “bola vadia”, que ela seja gentil conosco, e tudo isso sem esquecer que em geral os melhores times é que levam mesmo a taça, e os times que estão ainda vivos mostram que competência tem seu lugar sim, convenhamos. A sorte, mesmo longa, morre até as quartas de final. Por tudo isso, as Copas e a vida são tão emocionais, passionais e misteriosas.

E, frente a tantas escolhas, riscos, agonias e constatações, apenas me consola que algumas coisas da vida não são escassas como, por exemplo, as taças. Creio que a felicidade, a paz, a amizade, a solidariedade e a prosperidade não são conquistas limitadas a este ou aquele individuo ou grupo. Creio que o melhor da vida não é uma taça a qual uns, mais fortes e velozes, mais hábeis e poderosos, têm acesso em detrimento de outros. Estou certo de que podemos ter taças para todos, faixas de felicidade em cada peito humano.

Curioso, paradoxal e assustador, porém, é o fato de que para alcançarmos essa multidão de campeões iremos precisar ter as qualidades de um time para levar para sua casa a Copa: treino, garra, disposição, equipe, e até um pouco de sorte. E a vida ainda é mais bela por um motivo: enquanto estamos por aqui, estamos todos escalados. Daí, que possamos entrar em campo e jogar bonito nosso melhor futebol. E desejo isso (jogar bonito e seu melhor futebol), na Copa, a brasileiros, argentinos, alemães e holandeses; e, na vida, a vc leitor, que tabelou comigo até aqui.

– Escrito após a derrota do Brasil –

Quanto a esta nossa desclassificação, a similitude se repete: é como aquele dia em que alguém bebe e bate o carro, ou que perde a razão em um átimo e exatamente nele agride alguém. Esse jogo foi esse segundo ato, estúpido, apenas durou demais. E o que nos resta é, depois de refeito o trauma, ir viver a vida e se preparar melhor para o próximo jogo, ou concurso, ou negócio, ou mais dia para se acertar com o cônjuge, filho ou até com si mesmo.

Do outro lado, méritos da Alemanha, que sem dribles, mas um ajudando o outro, mostrou que depender de um salvador da pátria é o início de uma tragédia. Espero que cada brasileiro pare de reclamar da corrupção e da malandragem, e jogue para o time, sem esperar que um eleito resolva tudo. Mas, claro, que escolha bem quem será eleito, pois afinal todos sabem que técnico faz diferença.

Torço para que o time e os brasileiros joguem melhor nos jogos que se aproximam. No futebol como na vida, amanhã tem outro jogo.

A Dobradura de Lenços

3 de setembro de 2012 7 Comments

por William Douglas Há momentos em que o velho se revela em mim, e isto acontece cada vez mais. Antigamente, eu era o mais novo.

Saiba mais

Casamento x Vida Profissional [Vídeo do Canal – Ep.10]

3 de outubro de 2011 0 Comments

Tópicos abordados neste vídeo: Dicas sobre conciliação entre casamento e vida profissional Família Impetus Como lidar com cônjuges Chegando a acordos Pesos e medidas

Saiba mais

Ao Leitor

8 de janeiro de 2011 0 Comments

por William Douglas Apresento este livro falando da experiência pouca que tive e do que ela me ensinou. Tudo o que está escrito nesta pequena.

Saiba mais

Um começo de história

6 de dezembro de 2010 0 Comments

por William Douglas Este ano foi um tanto esquisito. Vi muitos amigos passando por dificuldades grandes, muita gente reclamando. O mundo anda mudando em velocidade.

Saiba mais

Peça Demissão

19 de maio de 2010 0 Comments

por Maria Clara Isoldi Whyte Baseado em texto de autor desconhecido Venho, através desta, apresentar oficialmente meu pedido de demissão da categoria dos adultos. Resolvi.

Saiba mais

Bom Bom e Mau Mau

16 de dezembro de 2009 1 Comment

por William Douglas Quando menino, recordo-me de assistir a um desenho animado infantil chamado de “Bom-Bom e Mau-Mau”. Engraçadérrimo, mas preconceituosérrimo também. O Bom-Bom era.

Saiba mais

A Vida Passa Rápido Demais . 1

7 de janeiro de 2008 0 Comments

por William Douglas Faze-me ficar quieto, bem quieto. Apenas senta-te ao meu lado, E deixa a vida passar, Porque ela passa rápido demais, Porque ela.

Saiba mais