Negro

Turbante para todos

1 de maio de 2017 0 Comments
por William Douglas

Recentemente, critiquei quem negou a uma jovem branca o direito de usar turbante. Sustentei que o mesmo não é propriedade de nenhuma cultura ou país em especial e que ninguém tem o direito de impedir outra pessoa de usar a roupa que deseja. Pois este artigo é sobre o mesmo assunto: ninguém tem o direito de impedir outra pessoa de usar a roupa que deseja.

O turbante na branca não deveria ser visto como algo ruim, mas como parte de um processo de evolução da sociedade, no qual a beleza do turbante e a generalização de seu uso, além de ser mero exercício de direito de cada um, também torna cada vez mais comum (e menos sujeito a ataques) o seu uso. Hoje estou aqui para falar do turbante na mulher negra. (mais…)

Apropriação Cultural

11 de fevereiro de 2017 0 Comments
por William Douglas

Recentemente o portal Huff Post do Brasil divulgou artigo no qual uma jovem de Curitiba, com câncer, relata ter sido abordada por estar usando um turbante. O artigo levanta a questão de ativismo e apropriação cultural.

Pessoalmente, acho que criticar “apropriação cultural” é uma lástima. Turbante não é propriedade de nenhuma raça, gênero ou grupo. Turbante é turbante. Não precisa ter câncer para poder usar.

Notícias como essa são tão fora de propósito que não podemos deixar de imaginar que são fake. Infelizmente, algumas não o são, mostrando uma intolerância e chatice cada vez maiores.

Uso camisas africanas porque são lindas, já usei cabelo trançado e não acho que estou me apropriando de nada por isso, ao contrário. Acho que estou fazendo uma homenagem, um elogio. É bonito, é meu também! rsrs

Também acho triste alguém falar de dividir meios de produção e riqueza e criar polêmica com assuntos como camisas, cabelos e turbantes.

Trabalho por um mundo onde o acesso a todas as riquezas, desde um turbante bonito até o acesso a trabalho e educação,
seja aberto a todos, sem distinção.


Confira artigo original

Quando a metade pode ser maior que o todo

22 de junho de 2015 0 Comments

por BBC Brasil   O japão discute se uma negra, filha de norte-americano com japonesa, pode representar o Japão no Miss Universo. Torço para que.

Saiba mais

Como Passar em Concursos, Vestibulares e ENEM – SP [Educafro]

21 de junho de 2015 2 Comments

  Informações & Inscrição  

Saiba mais

Pode um instalador de gás virar juiz?

2 de junho de 2015 12 Comments

por William Douglas   Nosso país tem muitos problemas, assim como muitas coisas boas, dentre as quais, hoje, realço a mobilidade social. Por mais difícil.

Saiba mais

Como Negro pode Vencer a Partir das Oportunidades? [Educafro]

13 de abril de 2015 0 Comments

  Em 19 de abril a Educafro realizará sua reunião geral e você pode aproveitar essa oportunidade! O evento contará com a participação especial de.

Saiba mais

Programa de Acesso e Inclusão Social para Negros Bacharéis e Advogados

26 de junho de 2014 0 Comments

Foram prorrogadas as inscrições para o Exame de Seleção Preliminar de Candidatos ao Programa de Acesso e Inclusão Social da Procuradoria Geral do Estado – PAIS-PGE. Os interessados poderão se inscrever até o dia 27 de junho de 2014.

Os pedidos de inscrição podem ser feitos através do site www.pgeconcursos.rj.gov.br ou na sede da Procuradoria Geral do Estado (Rua do Carmo, 27, 2º andar, sala 207 – Coordenadoria de Estágio, Centro, Rio de Janeiro-RJ).

O PAIS-PGE é um programa pioneiro da Procuradoria Geral do Estado, em que será oferecido um curso de capacitação e formação jurídica para bacharéis em Direito que, além de pertencer aos grupos sociais destinatários das cotas legalmente instituídas no Estado, tenham renda mensal familiar não superior a quatro salários mínimos.

Acesse aqui o edital de prorrogação das inscrições até o dia 27 de junho de 2014.

Acesse aqui o edital de abertura de inscrições.

 Para maiores informações consulte aqui o regulamento.