A Voz de Deus na Oração

por Brennan Manning

Post 19

Talvez o principal motivo por que somos praticantes tão precários da arte de sermos humanos, a razão por que tantas vezes ficamos na corda bamba entre o ódio próprio e o desespero, é que simplesmente não oramos.

Oramos tão pouco tempo, tão raras vezes e tão insatisfatoriamente. Para todas as demais coisas temos tempo livre suficiente. Visitas, encontros informais, filmes, partidas de futebol, concertos, uma noite com amigos, um convite irrecusável — e todas essas coisas são boas, porque é natural e saudável que vivamos em comunidade. Mas, quando Deus requer nosso tempo, empacamos.

Será que realmente cremos que ele se deleita em conversar com seus filhos? Se Deus tivesse um rosto, que tipo de expressão ele mostraria a você neste exato momento?

Será que a expressão de seu rosto lhe diria: 

Quando vai crescer?
Estou farto de você e de suas obsessões.
Minha paciência se esgotou.
Vamos ter um pequeno ajuste de contas.

Se Deus dissesse uma única palavra a você, seria “Arrependa-se”? Ou será que ele diria: 

Obrigado.
Você sabe que alegria é viver em seu coração?
Você sabe que eu olhei para você e o amei por toda a eternidade?

O que Deus diria? Qual é o retorno que você recebe de seu Criador?

Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvirei.
Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração.

Jeremias 29:12-13